Palavra-chave principal:  líder

Administrar um grupo de trabalho é o desafio de um líder. Afinal, conduzir pessoas não é uma atividade assim tão simples. Por isso, um líder de sucesso precisa manter todos os membros da equipe motivados com o trabalho.

Vale lembrar que uma liderança saudável tende a contribuir para o crescimento da empresa, além de elevar o desempenho de todos os colaboradores. E ela pode fazer isso mesmo com aqueles que são considerados os mais difíceis de se trabalhar.

Geralmente, por melhor que a equipe seja, existe a possibilidade de ter um integrante que transforma qualquer pequena coisa em algo complicado.

Essas pessoas difíceis de lidar, corriqueiramente, estão sempre reclamando de tudo, desde a vida social e pessoal até mesmo sobre suas frustrações e erros.

Além disso, pessoas difíceis tendem a, sempre que possível, se abster de suas responsabilidades e transferi-las para outros membros da equipe.

Um líder eficaz, entretanto, deve saber conviver com todos os tipos de pessoas, inclusive as mais difíceis.


Mas, como identificar uma pessoa difícil?

Dentro de uma organização existem pessoas de diferentes culturas, crenças, e ideais. Todas elas, porém, precisam se relacionar diariamente por terem como objetivo comum a boa performance da empresa.

Para uma pessoa ser considerada difícil no mundo corporativo, ela precisa apresentar padrões de comportamentos que atinjam, de maneira negativa, o nome da empresa ou do seu líder.

Pessoas com personalidades difíceis de lidar não são flexíveis em suas opiniões, assim como não costumam respeitar as opiniões dos demais membros da equipe. Além disso, costumam ter características ruins, tais como tecer críticas destrutivas constantemente ou não aderir às orientações de seu líder.

Esse tipo de comportamento pode ser maléfico, já que pode influenciar negativamente os demais colaboradores da organização.


Como um líder deve gerenciar pessoas difíceis?

Embora seja uma atividade árdua lidar com pessoas difíceis, um líder precisa gerenciá-las da melhor forma. Para isso, um líder deve:

  • Abrir caminho para o diálogo

Quando se oferece uma conversa franca e transparente, há uma grande possibilidade de identificar e resolver um problema.

Por isso, é importante lembrar que se essa pessoa difícil foi contratada, é porque alguma habilidade especial ela demonstrou. Então, como líder, tente compreender o motivo que a está desmotivando.

  • Expressar confiança

Para um líder gerenciar uma pessoa ou um grupo composto por pessoas difíceis, ele precisa demonstrar confiança.

Afinal, se ele expressar insegurança em algum momento durante sua gestão, tais pessoas poderão desafiar sua liderança a todo momento, dificultando ainda mais seu trabalho.

  • Proporcionar feedbacks

Não somente para as pessoas difíceis, os feedbacks são de suma importância para qualquer colaborador da empresa.

Com os feedbacks, o líder fará uma avaliação sobre as ações da equipe e deixará claro para os colaboradores os resultados que são esperados deles.

  • Controlar suas emoções

Embora a raiva seja uma emoção legítima, um líder precisa evitá-la no trato com seus subordinados. Por isso, caso seja alvo de ofensas, gritos, palavras duras ou de baixo calão, é crucial que o líder mantenha o controle.

Afinal, um gestor nunca deve corroborar com situações que fogem da educação que se espera no ambiente de trabalho.